Área Restrita
Textos do Fundador

Semana Santa


O Bem-aventurado Tiago Alberione nos convida a viver a semana santa nas pegadas de Jesus Bom Pastor. Para uma melhor assimilação do conteúdo, vamos seguir os passos do método Verdade-Caminho-Vida deixado por ele como herança aos membros da Família Paulina.
SEMANA SANTA
 VERDADE -CONHECER
              Quando Jesus se declarou como Bom Pastor, acrescentou: «O bom Pastor dá a vida pelas ovelhas» [cf. Jo 10,11]. E isto é recordado na semana santa da qual nos aproximamos. Estes dias são os últimos da vida terrena de Jesus Bom Pastor entre as pessoas, visivelmente entre as pessoas.
             E Caifás tinha sentenciado: «É necessário que um morra e não pereça todo o povo» [cf. Jo 18,14]. Isto tinha sido dito num sentido, mas no sentido que é considerado por quem interpreta bem a Escritura. Eis, eles interpretavam que Jesus morresse, para que não morresse todo o povo de Israel; mas ali, para nós, a morte de Jesus é para que não se percam todas as pessoas. A morte de Jesus, a morte do bom Pastor para a salvação de todas as ovelhas, de todos nós. [...]
             Por isso, estes dias são dias muito santos, dias em que se tem que conservar a serenidade, a alegria interior, porém aquela alegria santa. Conservar esta alegria, mas ao mesmo tempo um habitual recolhimento, para interpretar bem tudo aquilo que a Igreja nos faz ouvir, começando no domingo de ramos e nesta semana, a semana santa [...].
Seguir quanto a Igreja nos faz ler no missal: a carta, o Evangelho e os outros trechos vários; depois seguir todas as cerimonias da semana santa, interpretando o sentido delas, das celebrações litúrgicas e depois preparar-se para uma confissão. [...]
Recordar, portanto, quanto o Senhor nos concedeu neste período de um ano. Então a confissão, acompanhada por um arrependimento mais intenso, mais sentido, e por outro lado, pelo propósito de melhorar. Melhorar!
            A semana santa deve imprimir na vossa alma o espírito pastoral. Eis, o bom Pastor que deu a vida, e as Irmãs de Jesus Bom Pastor: empenho da vida pelas pessoas. Viver para as pessoas! Participais da mesma missão do sacerdote e da mesma missão de Jesus Cristo Bom Pastor [...]
Depois existe a comunhão pascal. Sim, a comunhão pascal deve trazer a nós uma alegria santa, porque o bom Pastor deu a sua vida, mas ressuscitou. Ressuscitou! E, portanto, com sua Ressurreição, Ele confirmou aquilo que tinha ensinado, pregado durante os três anos de vida pública; e Ele confirmou mostrando-se Deus pela sua Ressurreição. Todos devem acolher com reverência e amor aquilo que está no Evangelho, aquilo que Jesus ensinou. Sim.
Páscoa de Ressurreição! E devemos dizer também: Ressuscitou! Sim, nós ressurgimos também. Há uma morte que é a morte física quando ocorre a separação da alma do corpo; mas há também a ressurreição da morte espiritual, quando se está num estado penoso de pecado. Mas se não se chega ali, tem-se que, ao menos despertar. Ressuscitou! Despertar espiritualmente com uma generosidade nova, sim, uma vida nova: a vida sempre mais modelada em Jesus Cristo.
Oh, pra frente, portanto. Utilizar estes dias aqui, uma dezena de dias e depois o tempo pascal se prolonga, como já sabeis, e deve ser um tempo em que há novo fervor. O novo fervor em tudo um pouco, não somente na oração, mas em toda a jornada. Oh, a Páscoa serve para recordar-nos que somos feitos para o Paraiso, que a nossa vida é breve, mas tudo está orientado à glória eterna de Deus e, portanto, à nossa felicidade, porque a nossa felicidade estará no glorificar Deus. No glorificar Deus. (AAP 1964, 68-79)
 CAMINHO - DISCERNIR
 Exame. – Que apelos sinto através do texto? Qual conversão o Senhor me pede nesta semana santa para ressuscitar com Cristo?
  VIDA -VIVER
ORAÇÃO: “Concedei, ó Deus ao vosso povo que desfalece por sua fraqueza, recobrar novo alento pela paixão do vosso Filho. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém”
 Iluminado pelo texto procuro, no meu dia, no lugar onde estou, colocar em prática os apelos sentidos a partir do estudo do texto.
 

Primeira | Anterior |   1     2    3     4     5   | Próxima | Última