Área Restrita
Liturgia

Gabon - África

Província Padre Alberione

Fundada em 21/09/1999


Esta é uma expansão de nossa missão para o Continente Africano, na cidade de Libreville, capital do Gabon. Até 2007 as Irmãs estiveram inseridas em Lastoursville, região da mata, atuando na pastoral social e na animação das comunidades. A partir de julho de 2007 mudaram-se para Libreville, e atualmente estão inseridas na paróquia São João Batista, onde vivenciam intensamente a nossa cura pastoral.


Contato e Localização

Endereço
Soeurs de Jesus Bom Pasteur
Libreville
CEP - BP 11364
Gabon – Afrique Central -

Telefones

E-mail
gabon@irmaspastorinhas.com.br


Exibir mapa ampliado


Galeria de Fotos



Últimas notícias desta comunidade


Casa da Palavra!

Incluída em: 05/04/2017 | 20:40
Inauguração da casa da Bíblia em Libreville, Gabão.

Leia mais ...

 

A força da Palavra de Deus!

Incluída em: 11/07/2015 | 22:47
Padres e Irmãs Paulinos doam CINCO MIL Bíblias para a Arquidiocese de Libreville - África

Leia mais ...

 

Ano da Vida Consagrada

Incluída em: 01/03/2015 | 21:52
Assembleia dos Religiosos e Abertura do Ano da Vida Consagrada de 18 a 21 de fevereiro, em Libreville.

Leia mais ...

 

Leia mais notícias desta comunidade




Última publicação desta comunidade no blog

Aniversário da comunidade de Gabon

Data 26/06/2014 | - Hora 21:23
Postado por Ir. Jeane B. Aguiar
8 comentário(s) ...

 

Construindo uma história de amor traduzido em doação...

 

 

Quando iniciamos nossa missão em terras africanas, fomos morar em Lastorville. Permanecemos lá por oito anos. Fomos então transferidas para  Libreville, capital do Gabon, com aproximadamente um milhão de habitantes e contínuo fluxo migratório.

 

Nossa transferência se deu pelos seguintes motivos: para nossa formação permanente, para ajudar no desenvolvimento da nossa Congregação  e facilitar o acesso à comunicação. Nossa missão em Libreville  foi iniciada dia 27  de junho de 2007 na Catedral de Santa Maria, morando numa casa emprestada pela Arquidiocese. Residimos  ali por 04 anos.

 

Assumimos o compromisso na pastoral da educação, na saúde, no presídio local, na catequese com os jovens da Paróquia, na comissão Bíblica com a Lectio Divina, e outras assessorias.

 

O arcebispo Dom Basile Engone disse-nos: "um pé na catedral e outra na paróquia São João Batista". Isso porque ele nos destinou marcar presença nesta paróquia que, geograficamente  é imensa, localizada no bairro de Zaion Nyong. Este bairro está situado na periferia da grande Libreville.

 

Nosso objetivo era residir na paróquia São João Batista, uma das 21 de toda a cidade de Libreville. Aos poucos fomos ajudando a reconstruir a casa que foi reformada em parceria. Uma parte já existia, e a outra foi construída pela Congregação de acordo com a Arquidiocese.

 

 

Viemos nos instalar  aqui em 11 de abril de 2011, numa segunda-feira da semana santa, com a presença do arcebispo que deu a benção na casa. E, assim,  continuamos nossos compromissos pastorais em nivel de arquidiocese e em nível paroquial. Participamos das reuniões  do setor e intersetorial a cada dois ou três meses.

 

No inicio do ano pastoral há um curso formativo para os agentes e, a missa da abertura pastoral  é bem caracterizada com o tema proposto pelo  Arcebispo. Neste ano rezamos e refletimos sobre a Reconciliação, enquanto que, no ano passado o tema foi sobre a Justiça.   O arcebispo faz uma carta apostólica e a mesma tem a pretensão de chegar a todos os movimentos e pastorais para refletir sobre a realidade do tema proposto e mudar o estilo de vida.

 

O documento  intitulado Munos Pastoral sobre o engajamento da Igreja na África, fruto dos sínodos dos bispos em Roma 2010, tenta ser atualizado porque há um caminho a ser feito e todos precisam ser interlocutores da história. E nós estamos aqui no meio deste povo tentando acompanhar os passos dele e, com a presença  de um carisma pastoral, ajuda-lo  a viver o espírito do Vaticano II e crescer nesta direção.

 

A partir do ano pastoral 2012-2013 começamos uma experiência com as jovens no “Vinde e Vede”, com a presença de Ir. Mery Veloza Caballero, numa casa alugada ao lado da que moramos. Participamos mensalmente  dos encontros da pastoral vocacional, sendo que no primeiro domingo acontece na paróquia e no segundo em nível de diocese. Estes encontros são livres para os jovens que desejam conhecer a realidade vocacional.

 

Aos poucos começou, de maneira organizada, a formação de várias pessoas  para serem “naturopatas”, que faz parte da medicina preventiva, reconhecido pela universidade Paraguai-Brasil. Com este objetivo, todas as quintas feiras realiza-se um encontro, em nível de Cosmag, religiosos do Gabon. Marcamos nossa presença como membros da comissão de Justiça e Paz e da Saúde.

 

Sentimos que estamos fazendo um belo caminho com  este povo bonito, nesta Igreja em que a cada dia aprendemos a nos inteirar na cultura africana gabonesa, com sua múltipla diversidade, com seus costumes e uma liturgia vibrante. Estamos contentes desta inserção neste grande continente, do qual  pertence a África central.

 

 

 

Hoje já  somos mais conhecidas porque somos identificadas pelo nome de nossa Congregação  e isso nos enche de alegria porque já começamos a participar da história do povo gabonês.

 

Ir. Sonia de Fátima Batagim, sjbp.

 

 

Leia Mais...


 

Leia mais publicações desta comunidade no blog