Área Restrita
Liturgia

Canela - RS

Província Jesus Bom Pastor

Fundada em 01/01/1961


A comunidade sempre se dedicou a animação pastoral das comunidades da Paróquia N. Senhora de Lourdes em comunhão com os sacerdotes. Atualmente está empenhada na Coordenação da catequese: catequizandos, família e catequistas; formação de lideranças, acompanhamento às zeladoras de capelinhas; equipe de liturgia; ornamentação da igreja matriz; Cáritas; pastoral da esperança; acompanhamento as comunidade urbanas e rurais; grupos de reflexão e oração nas famílias; visitas às famílias, doentes e idosos; espiritualidade em todos os eventos da festa de Nossa Senhora de Caravaggio, equipe de comissão missionária paroquial e diocesana.


Contato e Localização

Endereço
Rua Batista Luzardo, 246
Centro
CEP - 95680-000
Canela - RS

Telefones
(54) 3282.1672

E-mail
canela@irmaspastorinhas.com.br


Exibir mapa ampliado


Galeria de Fotos



Últimas notícias desta comunidade


Festa de N. S. de Caravaggio

Incluída em: 05/05/2014 | 19:16
A comunidade paroquial de Canela-RS se prepara para a Festa de N. S. de Caravaggio

Leia mais ...

 

“Tudo posso naquele que me fortalece”

Incluída em: 28/01/2013 | 22:10
Ir. Lidia Vilani celebra Bodas de Ouro na terra natal

Leia mais ...

 

Leia mais notícias desta comunidade




Última publicação desta comunidade no blog

Aniversário Comunidade de Canela-RS

Data 04/02/2015 | - Hora 08:20
Postado por
10 comentário(s) ...

54 anos das Irmãs Pastorinhas em Canela-RS
 
A história da Congregação das Irmãs de Jesus Bom Pastor - Pastorinhas no município de Canela-RS teve inicio no dia 04 de fevereiro de 1961. O pedido da presença das pastorinhas foi do Cônego João Marchesi, vigário da Paróquia Nossa Senhora de Lourdes. De início, no mês de março de 1961, as quatro irmãs: Maristela Migot, Rosana Munari, Miriam Grandi e Vilma Emer iniciaram o Jardim de Infância na própria residência na rua Borges de Medeiros, nº 786. Com esse trabalho com as crianças garantiam a sobrevivência e manutenção da casa.
 
Mas o desejo do Cônego é que as irmãs fossem colaboradoras no trabalho pastoral com o povo da paróquia. Consultando as informações contidas nos registros realizados anualmente nos Livros de Crônicas da comunidade das irmãs, encontramos muitas histórias e atividades que foram vividas de 1961-2015 neste município.
 
 
É significativo ressaltar que nestes 54 anos viveram nesta comunidade 46 Irmãs Pastorinhas, além das jovens em processo de formação e preparação à vida religiosa. Cada uma delas pode contribuir com sua vida e testemunho. Ressaltamos resumidamente algumas iniciativas construídas na década de 1960:
- organização da festa religiosa da padroeira Nossa Senhora de Lourdes com missão em todas as capelas;
- cuidado e limpeza e alfaias da igreja e na confecção das hóstias;
- catequese dominical e nas escolas;
- ensaio de cantos sacros;
- organização da missa dominical transmitida pela rádio, onde se fazia a explicação da missa;
- organização de uma livraria para oferecer bons livros e aconselhamento;
- organização de grupos de senhoras em zonas diferentes da cidade para assistência aos pobres, com a distribuição mensal de alimentos, roupas, calçados. Também ensinavam o cultivo das flores, limpeza da casa, higiene pessoal e corte e costura. Após a visita às famílias mais necessitadas era organizado um fichário para acompanhamento. Mais tarde foi realizado um trabalho de promoção humana em conjunto com a Cáritas e o Circulo Operário;
- criação de uma farmácia para distribuição de medicamentos recebidos da Cáritas da Arquidiocese de Porto Alegre;
- iniciativa de conseguir um médico para atendimento duas vezes por semana aos doentes pobres;
- preparação aos sacramentos com a realização de matrimônios e comunhões de adultos;
- visita aos doentes e aplicação diária de injeções;
- participação no desfile da semana da pátria e na semana da criança com as crianças do Jardim de Infância;
- auxílio no programa de rádio com oração e instrução pela manhã e à tarde e da missa radiofônica aos sábado e domingos;
- organização da festa de Nossa Senhora de Caravaggio percorrendo junto com o padre Vigário toda a cidade e as capelas com a bandeira do Divino Espírito Santo;
- Apostolado da Oração;
- acompanhamento aos presos;
- auxilio as Irmãs Paulinas na semana da Bíblia;
- preparação da procissão de Corpus Christi com a organização de um grupo de meninos chamados “Pagens”;
- dedicação à C. E. Infantil preparando meninas para a vida religiosa e para amar Nossa Senhora;
- acompanhamento da Cruzada do rosário;
- organização de desfiles de “moda infantil” para arrecadar recursos financeiros para a construção da nova igreja matriz;
- encomendações e realização de enterros;
- acompanhamento ao sacerdote em todas as capelas para, com a nova liturgia introduzir a missa em português;
- encontros de jovens, através da Juventude Agrária Católica;
- formação da juventude e da organização de grupos de jovens;
- organização do grupo dos coroinhas;
- palestras aos pais da catequese;
- preparação e orientação das professoras para a catequese escolar;
- preparação de novas catequistas;
- cursos de preparação para ao batismo;
- encontros com outros religiosos.
- e tudo o mais que envolve a vida de uma paróquia tanto materialmente como espiritualmente.
Nas décadas de 1970 em diante a missão pastoral das Irmãs Pastorinhas foi acompanhando a caminhada da Igreja universal, na fidelidade aos sinais dos tempos, buscando respostas às necessidades que surgiam na “participação à missão pastoral de Cristo no edificar as comunidades cristãs em comunhão com os pastores da Igreja”. Sempre de acordo com as normas da Congregação que indicam o carisma pastoral dado pelo fundador bem-aventurado padre Tiago Alberione:
 
“A nossa missão apostólica, nas Igrejas locais, se caracteriza: pelo serviço da Palavra na evangelização e na catequese; pela animação litúrgica; pela formação dos agentes de pastoral; e também por outras formas de serviço conforme o nosso carisma segundo as exigências dos tempos e lugares”. (Regra de Vida, art. 10)
 
Pode se constatar que a missão das Pastorinhas em Canela nestes 54 anos, se caracterizou pelo serviço da Palavra, na evangelização e na catequese; pela animação litúrgica; pela formação dos agentes de pastoral.
 
 
Muita vida doada, muito testemunho na invisibilidade. Nosso abraço,
Irmãs Maria Brendali, Salette Besen e Fátima Costella.
 

Leia Mais...


 

Leia mais publicações desta comunidade no blog